pedro manta (1)

Com gols na prorrogação o Parnahyba está na final


O Parnahyba foi a Campo Maior neste domingo (19) para disputar a semifinal da Taça Estado do Piauí com o Caiçara em partida única no estádio Deusdeth de Melo e venceu pelo placar de 2 a 0.

O Parnahyba agora pega na final o vencedor de River e Piauí, partida que será realizada amanhã no Albertão a partir da 20h. O Galo, com melhor campanha no primeiro turno, joga pelo empate na prorrogação.
Primeiro tempo: O Leão da Terra dos Carnaubais pressionou bastante nos primeiros minutos para largar na frente logo início como fez nos últimos jogos, mas o Parnahyba foi melhor na marcação com meio campo e defesa bem posicionados. As duas equipes pareciam bastante nervosas e erravam muitos passes. No decorrer da partida os nervos foram se assentando, mas ainda assim reinava equilíbrio. Tendo como única alternativa vencer a partida no tempo normal ou na prorrogação para garantir vaga na final do primeiro turno o Tubarão foi se soltando e Lekão levava sempre muito perigo ao gol do Leão da terra dos carnaubais. Aos 41 minutos o Tubarão perde Jânio Daniel que saiu lesionado e Thiago Lima entrou em seu lugar. O parnahyba foi um pouco melhor no primeiro tempo, mas não soube transformar essa vantagem em gols.
Segundo tempo: Agora quem começou sufocando o adversário foi o Parnahyba, Lekão foi o avançado do Azulino, mas perigoso, aos 15 minutos mandou uma bomba que assustou o goleiro Tony, aos 37 minutos outra, mas as duas foram pra fora, passando perto da meta. O Caiçara é sempre muito perigoso nos contra-ataques. A partida foi repleta de muitos erros de ambas as partes e tecnicamente foi muito fraca. Aos 47, já nos acréscimos, Alanzinho tem a bola do jogo, mas goleiro do Azulino pega. Leão do Norte na pressão nos minutos finais de partida. Assim terminou a partida, sem gols, e segundo o regulamento, prorrogação.
Prorrogação: A partida tomou ares dramáticos o empate dava a vaga ao Caiçara e ao Parnahyba restava apenas vencer ou vencer. Os atletas do Tubarão pareciam mais cansados, o calor de Campo Maior e o horário da partida contribuíram para isso. Mas o Tubarão jogou com muita garra e aos 7 minutos do primeiro tempo da prorrogação Vitinho cobrou falta, a bola desvia e fica no bate-rebate na área o zagueiro Didi mandou para as redes de Tony abrindo o marcador no Deusdeth de Melo. Lekão selou a classificação aos 16 minutos do segundo tempo.
Incidente: Por volta dos minutos do segundo tempo da prorrogação, mostrando desespero com o resultado um torcedor jogou uma lata de cerveja no gramado do Deusdeth de Melo, os jogadores do Caiçara pediram calma.
Parnahyba: Alysson; Barata, Jeferson, Puxa (Didi), Fred; Ramon, Tadeu (Vitinho), Luciano, Carlinhos; Lekão e Daniel (Thiago Lima). Técnico: Pedro Manta.
Caiçara: Tony; Ely, Fernando, André Luis, Adelson; Gaúcho (Marlon), Ribeiro (Renan), Gordo, Allanzinho; Rinaldo e Railan (Gazito). Técnico: Paulo Isidoro.
Cartões amarelos: Rinaldo, Renan, André e Marlon (Caiçara)
Trio de arbitragem: O árbitro da partida foi Antônio Dib apita a partida, auxiliado pelos assistentes Thyago Costa Leitão e Janystony Rabêlo de Melo.
Renda: É incrível! Nunca se sabe quanto foi! Nem mesmo o público pagante vem sendo divulgado. Nesta partida o Deusdeth de Melo só se sabe que tinha muita gente.

fonte:Jornal da Parnaíba