Golaço de Firmino define, Brasil vence a Áustria e mantém 100% de aproveitamento com Dunga


A seleção brasileira não repetiu o bom futebol dos primeiros cinco jogos sob o comando do técnico Dunga, mas conseguiu terminar o ano invicta após o vexame protagonizado na Copa do Mundo. Nesta terça-feira (18), na despedida da temporada, bateu a Áustria por 2 a 1, em Viena, configurando a sexta vitória em seis jogos com o treinador.

Os gols brasileiros foram marcados pelo zagueiro David Luiz, de cabeça, aos 18 minutos, e por Roberto Firmino, surpresa da convocação, aos 38 do segundo tempo. Dragovic, cobrando pênalti infantil cometido por Oscar, fez o de honra para os donos da casa.

6dpldnqib5_3jxvjpdx9e_file

Eurocopa, a seleção austríaca deu mais trabalho do que o fraco time da Turquia, e chegou a assustar os brasileiros ao marcar um gol logo no início do amistoso, bem anulado pelo árbitro — Okotie mandou para as redes usando as duas mãos.

A seleção, que manteve o time da goleada sobre os turcos, mas perdeu Miranda logo aos 27 minutos, tentou envolver os donos da casa no toque de bola, mas sofreu com a forte marcação.

A pouca efetividade de Willian, que correu muito e produziu pouco, foi o resumo da primeira etapa. O único lance que acabou levando perigo ao gol adversário foi em um chute de Oscar, da entrada da área.

Na volta para o segundo tempo, o time continuou produzindo pouco, mas acabou abrindo o placar em um dos pontos fortes do time. Oscar cobrou escanteio da esquerda, David Luiz subiu mais alto que os rivais e, de cabeça, venceu o goleiro e dois defensores que estavam em cima da linha: 1 a 0.

Poucos minutos depois, Oscar deu um carrinho infantil dentro da área e cometeu pênalti. Dagovic, com categoria, cobrou para vazar pela primeira vez a seleção após a Copa do Mundo, mas Roberto Firmino, em um chutaço de fora da área, recolocou o Brasil na frente e, de quebra, garantiu a manutenção dos 100% de aproveitamento da equipe sob o comando do técnico Dunga: 2 a 1.

 

fonte:r7